Rede Voltaire

Os médicos do centro de torturas em Guantánamo

+
JPEG - 17.9 kb

A revista científica PLoS Medicine publicou um estudo realizado pelo Dr. Vincent Iacopino (conselheiro da organização Physicians for Human Rights / Médicos pelos Direitos Humanos) e pelo brigadeiro Stephen Xenakis sobre o papel dos médicos no centro de tortura de Guantánamo .

O Centro de Guantánamo é composto de blocos separados. O estudo inclui nove casos de pessoas detidas no bloco menos "duro" do centro. O documento revela o comportamento dos médicos que esconderam os abusos praticados sobre os detidos e prestaram assistencia em moda tal que as vítimas pudessem suportar ulteriores torturas.

(O artigo fala de "técnicas de interrogatório reforçadas" que foram consideradas adequadas para o uso em interrogatórios pelo ex-presidente George W. Bush).

===

"Neglect of Medical Evidence of Torture in Guantanamo Bay : A Case Series (Negligência de provas médicas de tortura em Guantanamo Bay: Uma Série de Casos) Dr. Vincent Iacopino e brigadeiro Stephen Xenakis, PLoS Medicine, 26 abr 2011 (6 p. 95 KB).

Tradotto da RAS

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
Autores: diplomatas, economistas, geógrafos, historiadores, jornalistas, militares, filósofos, sociólogos ... poderá enviar-nos seus artigos.
Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.