Rede Voltaire

Churkin denuncia alto e bom som a intenção Francesa de reconhecer a oposição Síria

+

O embaixador Russo nas Nações Unidas Vitaly Churkin, criticou as declarações do Presidente François Hollande a propósito da França estar preparada para reconhecer o recentemente formado governo da oposição Síria.

Isto ultrapassa a posição da comunidade internacional sobre o assunto, colocada no Comunicado Final do Grupo de Acção para a Síria, um grupo que engloba representantes do governo e da oposição, disse o diplomata Russo no início da reunião do Conselho de Segurança sobre a situação neste país Árabe.

Vitaly Churkin condenou o apoio material dos E. Unidos, Arabia Saudita e algumas outras nações á oposição síria e pronunciou-se negativamente quanto à ideia de estabelecer as chamadas zonas tampão em solo sírio.

Além disso, enfatizando que as sanções económicas contra o regime de Bashar al-Assad piorarão a situação humanitária na Síria, o diplomata instou os Estados que tem sanções anti-Sírias em vigor a facilitar a sua imediata retirada.

As sanções impostas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas á Síria «em nada contribuem para o real esforço de promover um acordo na crise Síria. Elas apenas complicam a vida dos cidadãos anónimos», disse Churkin. Actualmente Damasco sofre sanções unilaterais por parte dos Estados Unidos, União Europeia e Liga Árabe.

Alguns países Ocidentais pressionam a aplicação de sanções contra a Síria no Conselho de Segurança, mas estas iniciativas não avançaram devido ao uso de veto pela Rússia e China.

Tradução
Alva

Source: Voice of Russia

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
Autores: diplomatas, economistas, geógrafos, historiadores, jornalistas, militares, filósofos, sociólogos ... poderá enviar-nos seus artigos.
Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.

O início da viragem do mundo
A estratégia russa face ao imperialismo anglo-saxónico
O início da viragem do mundo
Thierry Meyssan
Ucrânia, objectivo na mira
«A arte da guerra»
Ucrânia, objectivo na mira
Manlio Dinucci, Rede Voltaire
 
Os «salvadores» do Iraque
«A arte da guerra»
Os «salvadores» do Iraque
Manlio Dinucci, Rede Voltaire
 
Ofensiva global NATO
"A arte da guerra"
Ofensiva global NATO
Rede Voltaire
 
Quem é o inimigo?
Israel
Quem é o inimigo?
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
A metamorfose de Bachar el-Assad
A metamorfose de Bachar el-Assad
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
Extensão da guerra do gaz ao Levante
«Sob os nossos olhos»
Extensão da guerra do gaz ao Levante
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
O «Curdistão», versão israelita
«Sob os nossos olhos»
O «Curdistão», versão israelita
Thierry Meyssan, Rede Voltaire