Rede Voltaire

A CIA prepara o uso de drones na Síria

+

O Centro de Contra-terrorismo que gere o plano secreto de execuções com aviões teleguiados (drones) dirigido pela CIA, sobretudo no Paquistão e no Iémene, acaba de formar um grupo de especialistas encarregados de reunir informação «sobre islamistas radicais na Síria», anunciou o diário Los Angeles Times na sua edição de 15 de março de 2013. [1].

Este quotidiano cita como fonte vários responsáveis norte-americanos «actuais e anteriores», os quais indicam que se trata de um passo para eventuais «ataques letais com drones» na Síria.

Segundo o Los Angeles Times, o trabalho deste grupo de especialistas «incluiu a colecta de informação sobre extremistas islâmicos» e que o seu objetivo seria o de «proteger os Estados Unidos e os seus aliados» face ao recrudescimento da violência na Síria.

Deve salientar-se que os autores deste artigo não se colocam nunca a questão, sobre o que poderá impedir esta equipa da CIA de recolher informação de espionagem permitindo a Washington atacar os dirigentes do governo sírio, incluindo o próprio presidente Bachar al-Assad.

Los Angeles Times tampouco se questiona, tal como a agência francesa AFP, no seu despacho [2] onde retoma esta revelação, sobre com que direito uma agência norteamericana irá «liquidar» seja quem for sobre o território de um país terceiro.

Finalmente, sendo o novo director da CIA, John O. Brennan, um acerbo crítico da maneira como Estados Unidos promoveram a emergência da al-Qaeda como meio de lutar contra a presença soviética no Afeganistão nos anos 1980, a revelação do Los Angeles Times parece vir confirmar a hipótese emitida desde novembro de 2012 por Thierry Meyssan, sobre a eventual liquidação dos «jihadistas que trabalharam para a agência» [3] mas que se tornaram actualmente num estorvo muito incomodativo para Washington .

Tradução
Alva

[1] « CIA begins sizing up Islamic extremists in Syria for drone strikes », por Ken Dilanian e Brian Bennet, Los Angeles Times, 15 de Março de 2013.

[2] «Syrie: la CIA envisage de liquider des islamistes radicaux de l’opposition», por Francisco Leong, AFP, 15 de Março de 2013 – Síria: a Cia encara a liquidação dos islamistas radicais da oposição, NdT) .

[3] «Obama II : la purge et le pacte», par Thierry Meyssan, Rede Voltaire, 27 de Novembro de 2012 – (Obama II : o pacto e a purga , artigo de T. Meyssan na Rede Voltaire, em Português, NdT).

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
Autores: diplomatas, economistas, geógrafos, historiadores, jornalistas, militares, filósofos, sociólogos ... poderá enviar-nos seus artigos.
Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.

O início da viragem do mundo
A estratégia russa face ao imperialismo anglo-saxónico
O início da viragem do mundo
Thierry Meyssan
Ucrânia, objectivo na mira
«A arte da guerra»
Ucrânia, objectivo na mira
Manlio Dinucci, Rede Voltaire
 
Os «salvadores» do Iraque
«A arte da guerra»
Os «salvadores» do Iraque
Manlio Dinucci, Rede Voltaire
 
Ofensiva global NATO
"A arte da guerra"
Ofensiva global NATO
Rede Voltaire
 
Quem é o inimigo?
Israel
Quem é o inimigo?
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
A metamorfose de Bachar el-Assad
A metamorfose de Bachar el-Assad
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
Extensão da guerra do gaz ao Levante
«Sob os nossos olhos»
Extensão da guerra do gaz ao Levante
Thierry Meyssan, Rede Voltaire
 
O «Curdistão», versão israelita
«Sob os nossos olhos»
O «Curdistão», versão israelita
Thierry Meyssan, Rede Voltaire