Rede Voltaire

Atentado numa discoteca em Istambul

+

Vários elementos surgem à luz do dia a propósito de um atentado cometido, a 1 de Janeiro de 2017, numa discoteca de Istambul, enquanto o governo turco interditou a imprensa local de publicar seja o que for sobre o assunto, sem visa prévio.

- O atentado fez 39 mortos e 69 feridos.
- O alvo foi a discoteca Reina, um lugar de eleição da burguesia cristã ortodoxa, situado na Europa (isto é, no lado europeu do Bósforo).
- Contrariamente aos primeiros despachos, os testemunhos atestam a presença de 2 a 4 atiradores.
- Ao contrário dos primeiros despachos, nenhum dos atiradores estava vestido de Pai Natal(Papai Noel-br). Por outro lado, certos jornais próximos do AKP e certos pregadores muçulmanos atacaram, nos dias precedentes, as festividades do Novo Ano como pagãs e o culto do Pai Natal.
- Segundo a polícia, os autores do atentado estavam bem treinados no manejo de armas.
- A polícia declarou ter identificado um dos atiradores, do qual ela difundiu uma fotografia (ver acima), mas não revelou o nome. Ele seria originário da Ásia Central. O seu domicílio foi revistado e uma quinzena de pessoas do seu circulo foram interpeladas e interrogadas.
- O atentado foi reivindicado pelo Daesh (E.I.) e apenas por ele.
- A esposa do atirador identificado garantiu à polícia ignorar que o seu marido estivesse ligado ao Daesh.

Destes elementos, pode-se deduzir que este atentado visava por em causa a aproximação entre a Turquia e a Rússia, tal como no perpetrado contra o Embaixador Russo em Ancara, a 19 de Dezembro. Embora o atentado sirva os interesses do Daesh, estes elementos levam a pensar que ele não será forçosamente o autor.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.