Rede Voltaire

Israel busca garantias de que o Irão não se instalará a sul de Damasco

+

Israel prepara-se para uma possível ofensiva conjunta da Síria, do Irão, da Rússia e dos Estados Unidos contra o Daesh(E.I.) em Rakka. Neste caso, o projecto de derrube da República Árabe Síria a favor dos Irmãos Muçulmanos seria abandonado.

Telavive receia que uma vez a vitória assegurada, Damasco se encontre dependente tanto da Rússia como do Irão e autorize este último a instalar uma base permanente no sul de Damasco.

O Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu foi à Rússia, a 9 de Março, pedir a Moscovo para contrabalançar a influência de Teerão na Síria.

No preciso momento em que um diplomata francês, falando anonimamente na WMD, deu conta de um plano russo visando constranger o Ocidente no Próximo-Oriente como resposta às acções deste na Ucrânia. Moscovo deixaria o Hezbolla e o Irão atacar Israel na medida em que Bruxelas e Washington mantivessem as suas sanções contra si.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.