Rede Voltaire

Iranianos fogem de perseguição religiosa em seu país

+

Um pouco mais de 500 Curdos convertidos ao cristianismo acabam de fugir do Irã (Irão-pt).

Segundo eles, o governo de Hassan Rohani tolera, sem problemas, cristãos de longa data, mas reprime duramente os convertidos que considera como traidores ao islã (islão-pt) passando para a influência ocidental.

Ora, desde o endurecimento político do Irã xiita, inúmeros Curdos iranianos abandonam o islã sunita que eles consideram como uma religião intolerante e cruel. Eles se convertem, então, ao que vêem como uma outra religião local, o cristianismo.

Estes Curdos cruzaram a fronteira e acabaram, pois, na Turquia, país que de nada melhor lhes servirá. Por iniciativa do Presidente Erdogan, o Estado tem confiscado um por um todos os mosteiros e igrejas no país.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.