Israel, a Guatemala e o apartheid
Rede Voltaire

Israel, a Guatemala e o apartheid

+

O Presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou que o seu país deslocaria a sua Embaixada de Telavive para Jerusalém.

James Morales Cabrera é professor de teologia baptista, grande admirador dos Estados Unidos. Ele mudou o seu nome para Jimmy para se parecer mais norte-americano. Grande combatente da amoralidade, ele representou, com o seu irmão Sammy, na série televisiva Moralejas («Moralidades») e em sete filmes, entre os quais o de Alejo Crisóstomo, Fe («Fé») ---o que não impediu os seus filhos e Sammy de serem acusados de ter organizado o financiamento ilegal da sua campanha eleitoral--- .

Para compreender as relações da Guatemala com Israel, é preciso regressar aos anos 1982-83, quando, em plena guerra civil, o General Efraín Ríos Montt tomou o Poder através de um golpe de Estado organizado pela CIA.

O General Ríos Montt era o irmão do Bispo católico Mario Ríos Montt. No entanto, abjurou o catolicismo e converteu-se à Igreja da Palavra, uma seita afiliada à Gospel Outreach, ela própria directamente ligada ao Pentágono. Na altura, ele ligou-se por amizades com Jerry Falwell e Pat Robertson (do tele-evangelismo e da chamada “Maioria Moral” americana-ndT).

O general Ríos Montt, que se fazia fotografar com metralhadora numa mão e a Bíblia na outra, lutou ferozmente tanto contra as guerrilhas marxistas como contra os grupos indígenas. Sobretudo, acolheu 300 conselheiros israelitas (israelenses-br) que treinaram o seu exército, e com os quais realizou uma experimentação usando os índios Maias. Tratava-se de testar as condições de criação de falsos estados independentes, no modelo do que a Mossad já havia tentado na África do Sul do apartheid (os «Bantustões») e na previsão do que poderiam ser «Estados palestinianos» (Cisjordânia e Gaza).

Ari Ben-Menashe relatou uma parte das relações secretas da Guatemala e de Israel em Profits of War : Inside the Secret U.S.-Israeli Arms Network («Negócios de Guerra : Por Dentro da Rede Secreta de Armas EUA-Israel»-ndT), nomeadamente a maneira como o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Robert McFarlane, e o General Ariel Sharon organizaram, sob as ordens do Presidente Ronald Reagan, a transferência ilegal de seis helicópteros para o Exército guatemalteco.

Os factos foram comprovados, em Novembro de 2016, durante o julgamento do antigo Chefe do Estado-maior do Exército Terrestre, Manuel Benedicto Lucas Garcia.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.