Rede Voltaire

O que é que se passa na Jordânia?

+

O rei Abdalla II da Jordânia anunciou que os Príncipes Ali, Faisal e Talal deixavam as suas funções militares.

O Príncipe Ali Bin Al Hussein é filho do antigo Rei Hussein com a sua terceira esposa. Comandava a Guarda Real. Quando os Estados Unidos procuravam restaurar a monarquia no Iraque, ele desposou a jornalista da CNN, Rym Brahimi. Esta é a filha de Lakhdar Brahimi, um dos organizadores do golpe de Estado na Argélia contra os islamistas que era à época o Representante Especial da ONU no Iraque. Mas a política dos EUA mudou e o Poder foi transmitido a um governo republicano provisório. O Princípe Ali é também Presidente da Federação de futebol jordana. Ele foi várias vezes, sem êxito, candidato à presidência da FIFA.

O Príncipe Faisal bin Hussein (na foto em 2º plano) é o filho do Rei Hussein com a sua segunda esposa. Era Vice-chefe do Estado-maior e, além disso, membro do Comité Olímpico Internacional. Habitualmente, fazia de regente durante as ausências do Rei Abdalla II do país.

O Príncipe Talal bin Muhammad é um primo do Rei. Era o novo Director do Conselho de Segurança Nacional .

Oficialmente, os três Príncipes entraram, ao mesmo tempo, em regime de aposentação e receberam uma promoção honorifica. Oficiosamente, foram colocados sob residência vigiada.

O Palácio instaurou a censura quanto a esta «promoção» e ameaçou seja quem for que apresente os acontecimentos de forma a atingir a família real.

A imprensa árabe garante que os dois Príncipes tentaram um golpe de Estado, com a ajuda da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos. A família real jordana está muito ligada ao Reino Unido, o qual tenta actualmente reorganizar as alianças no Médio-Oriente contra a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.