JPEG - 15.6 kb
Ileana Ros-Lehtinen

Continuam as acusações entre os governos dos Estados Unidos e da Venezuela. Agora, segundo a imprensa venezuelana, o Departamento de Estado dos EUA assegurou ter "provas" de que o presidente venezuelano Hugo Chávez utiliza os recursos do petróleo para financiar grupos "antidemocráticos" na Bolívia, Equador e outros lugares. A denúncia partiu de uma congressista anti-castrista, Ileana Ros-Lehtinen.

Matthew Reynolds, subsecretário para Assuntos Legislativos dos EUA, afirmou que seu governo está preocupado com a relação próxima entre os governos venezuelano e cubano. "Além disso, a administração encontrou crescentes provas de que a Venezuela está utilizando, ativamente, a riqueza do seu petróleo para desestabilizar seus vizinhos democráticos (...), mediante o financiamento de grupos anti-democráticos na Bolívia, Equador e outros lugares", assegurou.

Numa carta Reynolds fez, como considerou a imprensa cubana, uma ameaça indireta: "continuamos vigiando os potenciais efeitos desestabilizadores na região da compra de armas por parte da Venezuela e estamos pleiteando estes assuntos com nossos aliados democráticos no mundo".

Adital