Amigos,

JPEG - 14.5 kb

Na semana passada, fechei meu escritório de produção em Nova York e enviei o pessoal a Nova Orleans para ajudar os danificados. Pedi a todos vocês para colaborarem, enviando alimentos, materiais e dinheiro em efetivo ao centro de ajuda de emergência que estabelecemos à margem do lago Pontchartrain junto com os Veteranos para a Paz. Fizemos isso em um momento em que o governo não fazia nada e a Cruz Vermelha todavia estava tentando organizar-se. Cada dia, cada minuto eram cruciais. As pessoas morriam, os pobres, os negros, abandonados como lixo nas ruas. Imediatamente, tentei conseguir ajuda.

Fiz contato com os veteranos do Vietnam e com os veteranos da guerra do Iraque (Veteranos para a Paz) que estavam organizando um grupo guerrilheiro de ajuda desde a base. Esse grupo foi o mesmo que estabeleceu o acampamento de Cindy Sheehan em Crawford e que trasladaram o Camp Casey a Louisiana.

Dou-lhes boas noticias e também notícias horríveis a comunicar-lhes. Em primeiro lugar, a resposta à minha carta, solicitando ajuda, superou todas as expectativas. Em poucos dias, transferimos meio milhão de dólares através de meu site para financiar nossa ajuda. Esse dinheiro foi usado de imediato para comprar geradores, alimentos, água, uma ambulância, tendas, telefones celulares etc.

Também foram enviadas provisões a nosso acampamento. Pessoas de comunidades de todo o país organizaram caravanas de caminhões em direção a Louisiana. Já chegaram vinte e dois caminhões do sul da Califórnia. Um caminhão de Chicago entregou dez toneladas de alimentos. Um grupo de amigos em Nova Jersey conseguiu dois caminhões de oito metros, e se organizaram com a comunidade e enviaram vários materiais que chegaram esta noite a Covington. Quince iMac estão a caminho, vindos da Califórnia. Um homem nos deu seu caminhão e vem outro que ganhamos de presente de uma pessoa de Houston.

A resposta de todos vocês a minha petição de ajuda tem sido milagrosa. E tem salvado muitas, muitas vidas.

Outros decidiram vir em carro ao nosso acampamento para oferecer ajuda pessoalmente. Temos 150 voluntários que se ocupam em fazer tudo o que vai aparecendo. Pela noite descarregaram vinte toneladas de alimentos de um guincho, em menos de duas horas. A cada dia que passa, chegam mais voluntários. Dormem no chão ou em tendas. Dá gosto vê-los. Graças a todos vocês por responderem. Nunca esquecerei esta demonstração de generosidade para com os esquecidos por nosso próprio governo.

Meu pessoal e os veteranos trabalham 18 horas por dia, entregando alimentos e água em todas as partes de Nova Orleans e nas zonas vizinhas. O que eles têm visto é espantoso. Pedi que coloquem seus diários de campanha em meu site (www.michaelmoore.com) junto com fotos e vídeos para que as pessoas saibam o que está passando. Os meios NÃO mostram tudo. É muito pior e, todavia, fazemos pouco em ajudar os que estão necessitados.

Nosso grupo visitou muitas cidades e povoados da periferia, em Mississipi e Louisiana, lugares que a Cruz Vermelha e a FEMA (Federal Emergency Management Agency) não visitaram após uma semana do ocorrido. Em alguns lugares, nossos voluntários são os primeiros a chegar para ajudar. As pessoas não têm alimentos, nem água, nem eletricidade. Morre gente diariamente. Não há câmaras de televisão para testemunhar o que está acontecendo. Repetem o que divulga a Casa Branca, notícias felizes, que, geralmente, não são verdadeiras (como que "todo mundo recebe 2.000 dólares!")

A verdade é que há cadáveres por todas as partes e ninguém os recolhe. Membros de minha equipe relatam que na maioria das zonas não há sinais da presença da FEMA e poucos sinais da presença da Cruz Vermelha. Passaram-se mais de duas semanas desde o furacão e não foi feita grande coisa. Por que chegamos a este ponto? Trata-se de incompetência ou de uma negativa intencional a prestar ajuda?

Por isso, decidimos não esperar. E estamos muito agradecidos a todos os que se uniram a nós. Os Veteranos para a Paz e meu pessoal não iremos embora (por isso esperamos que aqueles entre vocês que não podem vir a Covington, participem na manifestação pacífica co-patrocinada pelos Veteranos para a Paz no Distrito de Colúmbia no dia 24 de setembro (www.unitedforpeace.org).

Se desejam ajudar, abaixo vai a lista do que necessitamos em Covington com urgência:

- Produtos de limpeza
- Aspirinas e outros medicamentos básicos
- Água mineral
- Produtos enlatados
- Produtos de higiene
- Produtos para bebês - comida preparada para bebês, fraudas tamanho 4 e 5, toalhas, Soro Pedialyte para as diarréias
- Luvas esterilizadas
- Pilas de todo tamanho e pilas de relógio
- Voluntários que tenham caminhões e carros
- Fogões com geradores, utensílios...

Pensem em enviar provisões em vasilhas recicláveis. Coloquem uma identificação do conteúdo nas vasilhas para que as pessoas que trabalham no depósito possam classificar o que chega com facilidade.

Não necessitam enviar roupa. Se vierem para cá, saibam que DEVEM ser auto-suficientes. Tragam sua tenda e um saco de dormir. Pode-se chegar a Covington por estrada de todas as partes do país e há sempre espaço nos carros para quem quiser carona ou quiser enviar provisões.

Para mais informação, visitem o site dos Veteranos para a Paz (www.vfproadtrips.org/katrina/)

Seus envios podem ser feitos por meio da UPS a: Veterans for Peace
Omni Storage
74145 Hwy. 25
Covington LA

Obrigado mais uma vez por sua ajuda econômica e seu apoio que tem sido um raio de luz nesse mês vergonhoso.

Afetuosamente,
Michael Moore

Adital