Para ser eleito Presidente, precisam-se de milhões, que saem dos cofres dos grandes monopólios. Pode triunfar o candidato com uma minoria dos votos nacionais.

Às urnas acodem cada vez menos cidadãos, visto que muitos preferem trabalhar ou dedicar o tempo a outra coisa. Há fraudes, truques, discriminação étnica e até violência.

O facto de que vote mais de 90% dos cidadãos e que os escolares guardem as urnas é algo inusitado, não pode ser acreditado se se tratar de um “obscuro canto do mundo”, agredido e bloqueado, que se chama Cuba. Assim exercitamos os músculos vigorosos da nossa consciência.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agência Cubana de Notícias