Rede Voltaire

A Alemanha torna-se o terceiro maior exportador de armas

+

O relatório anual do Instituto internacional de pesquisa para a paz do Stockholm International Peace Research Institute (SIPRI) realça uma novidade significativa com relação á Alemanha no mercado mundial de armas convencionais. [Documento disponível para download mais abaixo nesta página].

Em cinco anos, Berlim duplicou as suas exportações de armas e elevou-se até á terceira posição mundial em exportação, á frente da França e do Reino-Unido.

A deputada Claudia Roth, co-presidente dos Verdes, pediu que este comércio seja agora considerado no Parlamento.

Exportador1º Cliente2º Cliente3º Cliente
1. EUA 30 % Coréia do Sul 14 % Israel 11 % Emirados 11 %
2. Rússia 23 % China 35 % Índia 24 % Argélia 11 %
3. Alemanha 11 % Turquia 14 % Grécia 13 % África do Sul 12 %
4. França 8 % Emirados 25 % Singapura 21 % Grécia 12 %
5. Reino-Unido 4 % EUA 23 % Índia 15 % Arábia saudita 10 %

Tradução
David Lopes

Documentos anexados

 

Trends in international arms transfers, 2009 (SIPRI)


(PDF - 448.2 kb)
 
Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.