O governo iraniano anunciou um vasto programa de descentralização de ministérios e agências nacionais. Foi pedido a cerca de 200 000 funcionários de se deslocarem da capital para as províncias e poderão receber prémios de deslocalização de entre 25 a 50 % do seu salário. São no total 5 milhões de pessoas que se deverão mudar.

Oficialmente, esta mudança gigantesca tem por objectivo melhor repartir o emprego público e as responsabilidades no país bem como limitar os riscos ligados aos terramotos. Extra-oficialmente, trata-se de prevenir uma paralisia do país caso ocorram bombardeamentos na capital por parte de Israel ou dos EUA e de reduzir a vulnerabilidade do país.

Tradução
David Lopes