O rei Abdallah da Arábia Saudita demitiu, a 20 de Abril de 2013, o seu vice-ministro da Defesa, o príncipe Khaled Ben Sultan Ben Abdel Aziz (63 anos). Ele foi imediatamente substituído pelo príncipe Fahd Ben Abdallah Ben Mohammed Ben Abdel Rahmane (foto). É a primeira vez que um membro da família real é assim demitido. Nenhuma informação transpirou sobre os motivos desta decisão.

A função de ministro da Defesa é atribuição do príncipe consorte e primeiro-ministro, Salman bin Abdulaziz Al Saud. Este último sofre de demência mas exerce influência através do diário Asharq al-Awsat, publicado em Londres e propriedade de um do seus filhos. Tal como o primeiro-ministro e ministro da Defesa, o vice-ministro destituído é um dos líderes do chamado «clã dos Sudeiris».

Em 1991, o príncipe Khaled Ben Sultan teve um papel importante na operação «Tempestade do Deserto». Foi nomeado vice-ministro da Defesa depois do falecimento do seu pai – em 2011 – e deve parte da sua influência ao diário Al-Hayat,também publicado em Londres e de que é proprietário. Em 2009, envolveu-se no conflito iemenita sem obter resultados convincentes.

Um dos filhos do príncipe Fahd Ben Abdallah está casado com uma filha do príncipe Khaled Ben Sultan.

Tradução
Alva