Um relatório do Department for Business, Innovation and Skills (a agência britânica encarregue da supervisão das exportações de armamento), citado pelo diário israelita Haaretz, mostra que o Reino Unido autorizou a venda a Israel de componentes electrónicos de tipo militar para o fabrico de equipamentos destinados a 5 países muçulmanos.

Os mencionados componentes foram utilizados por Israel na fabricação de equipamento electrónico de tipo militar, como écrans das cabinas de comando (cockpits) de aviões de guerra e de radar. A posterior exportação desse equipamento electrónico por parte de Israel dependia da aprovação da coroa britânica.

Segundo o relatório, que cobre os 5 anos que vão desde janeiro de 2008 até dezembro de 2012, a Grã Bretanha autorizou as exportações de Israel para a Argélia, Egipto, Emiratos Árabes Unidos, Marrocos e Paquistão.

O Paquistão desmentiu as imputações do Haaretz, enquanto Israel desmentiu ter vendido armas ao Paquistão (de modo a conservar a Índia como cliente).


- «Israel selling military wares to Mideast countries, Britain says», por Aluf Benn, 11de Junho de 2013; (Israel vende equipamento militar a países do Médio-oriente, diz fonte inglesa, NdT);
- «Pakistan denies receiving military equipment from Israel», por Aluf Benn et Haaretz, 11 de Junho de 2013;(Paquistão nega ter recebido equipamento militar de Israel, NdT);
- «Following Haaretz report, Israel denies selling arms to Pakistan», por Aluf Benn e Gili Cohen, 12 de Junho de 2013. (Segundo notícia do Haaretz , Israel nega venda de armas ao Paquistão, NdT).

Tradução
Alva