Em viagem pela Califórnia, numa campanha de colecta de fundos, o presidente americano(estadounidense-Br) Barack Obama defendeu perante os seus amigos pró- israelitas a política da sua administração em relação ao Irão. Assim, declarou que o acordo transitório, assinado em Genebra, será acompanhado de medidas tendentes a manter a pressão militar sobre Teerão.

Simultaneamente, o secretário da Defesa Chuck Hagel, actualmente em viagem pela região do Golfo, revelou que o Pentágono estava em vias de gastar 580 milhões de dólares para ampliar a base da 5a Esquadra, no Bahrein. Aviões F-22 serão estacionados, em permanência, na zona, de forma a poder bombardear o Irão de imediato se Washington achar necessário.

Tradução
Alva