Rede Voltaire

Os Estados Unidos e a Grã Bretanha retiram-se da guerra na Siria

+

A Frente Islâmica invadiu, na Síria, uma zona controlada pelo Exército Sírio Livre (ESL) apoderando-se dos arsenais deste último. O general Selim Idriss, apresentado no Ocidente como o comandante supremo do ESL, fugiu para a Turquia e acabou por se refugiar no Catar.

Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha anunciaram, de imediato, a suspensão dos seus envios de material militar (fundamentalmente sistemas de comunicação e veículos) dado que o Exército Sírio Livre está em desbandada.

A Frente Islâmico conta com o apoio de Israel, da França e da Arábia Saudita.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.