De acordo com o Guardian, o antigo primeiro-ministro britânico e atual representante especial do Quarteto (E.U.A, U.E, ONU e Rússia) para o Oriente Médio, Tony Blair, foi nomeado conselheiro econômico do presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi [1] .

Seu salário será pago pelos Emirados Árabes Unidos, e não pelo Egito.

Tradução
Alva

[1] “Blair embodies corruption and war. He must be sacked” (Ing-« Blair encarna corrupção e guerra. Ele deve ser demitido »-ndT), Seumas Milne, The Guardian, 2 de julho de 2014.