JPEG - 33.1 kb

Bom dia a todos. Ontem à noite, sob minhas ordens, as Forças Armadas dos Estados Unidos deram início a ataques contra alvos do EIIL na Síria. Hoje, o povo americano agradece o serviço extraordinário de nossos homens e mulheres militares, incluindo os pilotos que voaram nessas missões com a coragem e profissionalismo que esperamos das melhores forças militares que o mundo já conheceu.

No início deste mês, eu esbocei para o povo americano nossa estratégia para enfrentar a ameaça representada pelo grupo terrorista conhecido como EIIL. Deixei claro que, como parte da campanha dos Estados Unidos, eu iria tomar medidas contra alvos no Iraque e na Síria, para que esses terroristas não pudessem encontrar refúgio em qualquer lugar. Também deixei claro que os Estados Unidos agiriam como parte de uma ampla coalizão. E isso é exatamente o que temos feito.

Nossos amigos e parceiros – Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Jordânia, Bahrein e Qatar – juntaram-se a nós neste esforço. Os Estados Unidos se orgulham de estar ombro a ombro com essas nações em nome de nossa segurança comum.

A força desta coalizão deixa claro para o mundo que esta não é uma luta somente dos Estados Unidos. Acima de tudo, os povos e os governos no Oriente Médio estão rejeitando o EIIL e defendendo a paz e segurança que as pessoas da região e do mundo merecem.

Enquanto isso, vamos seguir em frente com nossos planos, apoiados por maiorias dos dois partidos no Congresso, para intensificar nosso esforço para treinar e equipar a oposição síria, que são o melhor contrapeso para o EIIL e o regime de Assad. E de forma mais ampla, mais de 40 países se ofereceram para ajudar neste esforço global para enfrentar esta ameaça terrorista – para eliminar alvos terroristas; treinar e equipar combatentes da oposição iraquianos e sírios que estão enfrentando o EIIL em solo; cortar o financiamento do EIIL; contrariar sua ideologia de ódio; e interromper o fluxo de combatentes para dentro e para fora da região.

Ontem à noite, também efetuamos ataques para romper a conspiração contra os Estados Unidos e nossos aliados empreendida por experientes agentes da Al Qaeda na Síria que são conhecidos como o Grupo Khorosan. E mais uma vez, deve ficar claro para todos que conspirarem contra os Estados Unidos e tentarem fazer mal aos Americanos que não vamos tolerar refúgios para terroristas que ameacem nosso povo.

Falei com líderes no Congresso e estou feliz de que há um apoio bipartidário para as ações que estamos adotando. Os Estados Unidos são sempre mais fortes quando estamos unidos, e essa unidade envia uma mensagem poderosa ao mundo de que faremos o que for necessário para defender nosso país.

Ao longo dos próximos dias, terei a oportunidade de me reunir com o primeiro-ministro Abadi do Iraque, e com amigos e aliados nas Nações Unidas para continuar a construir o apoio para a coalizão que está enfrentando essa séria ameaça à nossa paz e segurança. O esforço global vai levar tempo. Haverá desafios futuros. Porém, faremos o que for necessário para combater esse grupo terrorista, em nome da segurança do país, da região e de todo o mundo.

Obrigado. Que Deus abençoe nossos soldados. Que Deus abençoe os Estados Unidos.