Rede Voltaire

Rússia e Irão retomam a cooperação militar

+

A Federação da Rússia e a República islâmica do Irão assinaram, a 20 de janeiro de 2015, um acordo de cooperação militar. Prevê «exercícios conjuntos, uma cooperação para a manutenção de paz, a manutenção da segurança e da estabilidade regional e internacional, e a luta contra o separatismo e o extremismo».

O ministro iraniano da Defesa, Hossein Dehqan, precisou que os dois países «partilharam as suas análises sobre a estratégia norte-americana de dominação, sobre as ingerências dos EUA a nível regional e internacional, e sobre a necessidade de cooperação na luta contra as ingerências estrangeiras na região».

Ignora-se que solução foi encontrada para o litígio sobre os (mísseis) S-300. Em 2010, o presidente Medvedev havia cancelado a entrega destes mísseis ao Irão, alegando que ela era abrangida pelo embargo da ONU. Teerão, que tinha desembolsado US $ 800 milhões, exigia 4. 000 milhões dólares de indemnização (indenização-br).

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.