Rede Voltaire

Documento: O pacto Bush-Blair contra o Iraque

+

O Daily Mail, de 18 de outubro de 2015, publicou documentos encontrados entre os “e-mails” privados de Hillary Clinton, que esta foi forçada a remeter a um tribunal norte-americano [1].

Um desses documentos, um memorando, datado de 28 de março de 2002, do secretário de Estado Colin Powell para o presidente George Bush, mostra a preparação do Pacto de Crawford, do qual Tony Blair negou, entretanto, a existência perante a Comissão (de investigação-ndT) presidida por Sir John Chilcot.

Powell assegura que o Primeiro-ministro britânico assumirá o compromisso, aquando da conferência em Crawford, nos dias 4 e 5 de abril de 2002, de apoiar uma expedição militar contra o Iraque e de garantir, a propósito, a difusão pública.

A 3 de fevereiro de 2003, Blair tinha publicado um documento que pretendia atestar a existência de um programa militar iraquiano que jamais existiu [2]. Depois, a 5 de fevereiro de 2003, Colin Powell realizava um “show” diante do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Com base no relatório de Tony Blair, e em outras informações da CIA, ele anunciava a mudança de regime no Iraque. Blair, mais tarde, confessou a falsidade do seu relatório [3]. O documento publicado pelo Daily Mail demonstra a coordenação dos Srs. Bush e Blair para enrolar a opinião pública internacional.

Tradução
Alva

[1] “Smoking gun emails reveal Blair’s ’deal in blood’ with George Bush over Iraq war was forged a YEAR before the invasion had even started” («E-mails irrefutáveis revelam que o "”acordo de sangue” de Blair com George Bush, acerca da guerra no Iraque, foi forjado um ANO antes da invasão ter sequer começado»-ndT), Glen Owen & William Lowther, The Daily Mail, October 18, 2015.

[2] « Irak : ses infrastructures de dissimulation, de fraude et d’intimidation » (Irak - Its Infrastructure of Concealment, Deception and Intimidation («Iraque : as suas infra-estruturas de dissimulação, de fraude e de intimidação»-ndT).

[3] « Tony Blair avoue le bidonnage du rapport britannique contre l’Irak » («Tony Blair admite a falsificação do relatório britânico contra o Iraque»- ndT), par Thierry Meyssan, Réseau Voltaire, 8 février 2003.

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.