A Casa Branca e o Kremlin acordaram, nos termos da Resolução 2254, da Declaração Final de Munique [1], das Declarações de Viena e do Comunicado de Genebra, instaurara uma cessação temporária das hostilidades na Síria [2].

Todos os grupos que desejem beneficiar desta cessação das hostilidades devem declará-lo, seja junto da Casa Branca, sejo do Kremlin, o mais tardar até sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016, às 10h TU (ou seja12 h, hora síria). Os Estados Unidos e a Rússia irão estabelecer um mapa preciso permitindo localizar as forças participantes e beneficiando da cessação das hostilidades. A cessação das hostilidades entrará em vigor na sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016, às 22h TU (ou seja às 24h, hora síria).

Não poderão participar os grupos ou indivíduos inscritos na lista das Nações Unidas de organizações terroristas.

Uma linha de telefone directa entre a Casa Branca e o Kremlin, dedicada à implementação deste acordo, foi aberta.

Os participantes comprometem-se :
- aplicar a resolução 2254 do Conselho de Segurança [3], e incluindo a sua vertente política ;
- não fazer uso das suas armas, salvo de maneira proporcionada em caso de legítima defesa ;
- não procurar estender o seu território em detrimento dos outros signatários da cessação das hostilidades ;
- deixar circular a ajuda humanitária em direcção a todas as populações que dela necessitam, sejam quais forem.

Tradução
Alva

[1] “Statement of the International Syria Support Group” («Declaração do Grupo Internacional de Apoio à Síria»- ndT), Voltaire Network, 12 February 2016.

[2] “Cessation of Hostilities in Syria” («Cessação de Hostilidades na Síria»- ndT), Voltaire Network, 22 February 2016.

[3] « Résolution 2254 (Plan de paix pour la Syrie) » («Resolução 2254-Plano de paz para a Síria»- ndT), Réseau Voltaire, 18 décembre 2015.