Segundo a Reuters [1], o general Michael T. Flynn, antigo director da DIA (Defense Intelligence Agency- ndT), aconselharia o candidato Donald Trump em matéria de política internacional.

O Sr. Trump, conhecido pelas suas declarações bombásticas, tem-se abstido de declarações ácidas em questões de política externa. Ele qualificou o Presidente Putin de homem «muito respeitado».

O general Flynn tentou, em 2012, opôr-se ao projecto da Casa Branca de jogar a carta Daesh (E.I.) no Iraque e na Síria. Foi brutalmente passado à reforma (aposentado-br) em Agosto de 2014. Em 10 de Dezembro de 2015, ele participou em Moscovo, ao lado do Presidente Putin, nas celebrações do aniversário da Russia Today.

Tradução
Alva

[1] “Trump being advised by ex-U.S. Lieutenant General who favors closer Russia ties” («Trump sendo aconselhado por Tenente-General Americano —ex DIA— que defende laços mais estreitos com a Rússia»- ndT), Mark Hosenball & Steve Holland, Reuters, February 26, 2016.