Segundo a edição vespertina da BBC, Newsnight, Salman Abedi, o autor do atentado de Manchester, e o seu pai, Ramadan Abedi, agente do MI6, participaram no derrube da Jamahiriya Árabe Líbia.

O Reino Unido e a França comprometeram-se aquando dos acordos de Lancaster House a derrubar a Jamahiriya Árabe Líbia e o seu Guia, Muammar Kaddafi. Inicialmente, a operação, coordenada pela OTAN, apoiou-se no solo exclusivamente em tropas da Alcaida, e mais tarde também na tribo dos Misratas.

Ramadan Abedi, antigo oficial da Inteligência Líbia, tinha sido repatriado pelo MI6 e enviado a participar na operação no seio da Alcaida [1]. O seu filho Salman, então com 16 anos, bateu-se ao seu lado na Líbia.

Tradução
Alva

[1] “Manchester, o MI6, a Al-Qaïda, o Daesh e os Abedi”, Tradução Maria Luísa de Vasconcellos, Rede Voltaire, 25 de Maio de 2017.