Rede Voltaire

EUA deverão se tornar o segundo produtor mundial de petróleo em 2018

+

O último relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) traça o quadro do mercado de petróleo.

A demanda está progredindo devagar.

A oferta, ainda excedentária, é estável com, por um lado, o colapso da produção da Venezuela e a baixa no Mar do Norte e na Líbia, compensado, por outro lado, pela alta nos Estados Unidos, no Canadá e no Brasil.

Os Estados Unidos, que dispõem agora de muito petróleo de xisto e especialmente petróleo do Golfo do México (da Pemex), deverão ultrapassar a Arábia Saudita em 2018 e rivalizar com a Rússia.

O preço por barril, atualmente de US $ 63 (WTI) a 68 (Brent), deverá atingir os US $ 70 dólares.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.