Rede Voltaire

Um novo dispositivo de propaganda do Estado e Departamento de Defesa

+

O Departamento de Defesa acaba de transferir US $ 40 milhões de dólares para o Centro de Engajamento (Envolvimento-pt) Global do Departamento de Estado (GEC) para lutar contra a narrativa estrangeira de suas ações.

O Centro de Engajamento Global foi criado pelo Presidente Obama, em 2016, para combater as informações que salientavam o apoio de sua Administração aos jiadistas [1]..

Seu orçamento oficial era então de US $ 35 milhões de dólares, na verdade de US $ 140 milhões de dólares. O centro era liderado por Michael Lumpkin, o Secretário Adjunto da Defesa para as Operações Especiais e Conflitos de Baixa Intensidade.

Oficialmente, o Centro de Engajamento Global acaba de dobrar seu orçamento e de passar para US $ 75 milhões de dólares. Se ignora no momento o seu orçamento real, provavelmente cerca de US $ 250 milhões de dólares.

Esse dinheiro é gasto em quatro posições:
- Estudos e pesquisas sobre informações circulando e dando uma imagem ruim da Administração dos EUA;
- As notas para as agências governamentais sobre o modelo das notas diárias que Joseph Goebbels distribuía às administrações alemãs para divulgar "elementos de linguagem";
- As campanhas de comunicação chave na mão para os grandes meios de comunicação;
- Finalmente, as «doações» (sic) para os blogs que retomam os temas dessas campanhas.

É a esta última posição que são destinados os 40 milhões do Pentágono. O fato de fazer passar este dinheiro pelo Departamento de Estado destina-se a mascarar a origem militar das «doações» (sic) e a torná-las mais facilmente aceitáveis por seus felizes destinatários.

Agora dirigido por Daniel Kimmage, antigo chefe da Rússia para a Radio Free Europe, os esforços do Global Engagement Center serão redirecionados contra as informações emanando da Rússia. Fora para esse fim que, em Janeiro, a Comissão dos Assuntos Externos do Senado havia redigido o relatório: Putin’s asymmetric assault on democracy in Russia and Europe: implications for U.S. national security («O assalto assimétrico de Putin à Democracia na Rússia e na Europa : implicações para a Segurança Nacional dos Estados Unidos.

Entre os estudos financiados o ano passado pelo Departamento de Defesa dos EUA, sucessivamente através do GEC, uma fundação de George Soros, e finalmente de uma empresa francesa, citemos os do jornalista Pierre Haski, e de uma vintena de seus colaboradores, sobre as fake news (notícias falsas) durante a campanha presidencial francesa. Pierre Haski é diretor do site Rue89.com e presidente dos Repórteres Sem Fronteiras.

Tradução
Alva

[1] “Global Engagement Center”, Voltaire Network, 23 December 2016.

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.