Segundo um estudo do Stockholm International Peace Research Institute (Sipri) (Instituto Internacional para Pesquisa de Paz de Estocolmo- ndT) quanto a uma comparação do comércio de armas nestes últimos cinco anos com os cinco anos precedentes:

- Os Estados Unidos são de longe o primeiro exportador mundial. A Rússia, que vem em segundo lugar, exporta apenas 60% do volume norte-americano. A França, que a segue, exporta apenas um quinto dos Estados Unidos.

- No decurso dos cinco últimos anos, as exportações dos Estados Unidos, da França, da China, de Israel, da Coréia do Sul e da Turquia aumentaram de maneira muito significativa.

- Pelo contrário, as da Rússia e da Alemanha baixaram sensivelmente.

- A Índia aumentou consideravelmente as suas importações, não face ao Paquistão, que reduziu as suas, mas face à China. Ela é hoje em dia o maior importador do mundo. Na área do Pacífico, a Indonésia e a Austrália também se estão a armar.

- O Médio-Oriente Alargado, no qual os Estados Unidos tentam destruir os Estados e as sociedades sob cobertura de uma epidemia de guerras civis, tornou-se o primeiro mercado mundial. A Arábia Saudita, o Egipto e os Emirados Árabes Unidos tornaram-se os três maiores clientes no mundo após a Índia.

- As importações caíram em África, excepto na Argélia e na Nigéria.

- Elas também caíram na América Latina, particularmente na Venezuela.

Tradução
Alva