Rede Voltaire

A colaboração entre o Egito e Israel

+

A cadeia de televisão CBS, nos EUA, emitiu no quadro de sua emissão 60 minutos, em 6 de Janeiro de 2018, uma entrevista com o Presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi [1], durante a qual ele declarou «que seu exército está trabalhando com Israel contra os terroristas no Norte do Sinai».

O anúncio pela CBS desta reunião tinha causado preocupação ao Embaixador egípcio em Washington. Assim, ele havia pedido, sem sucesso, que ela não fosse transmitida.

Embora o Presidente al-Sissi fale de colaboração, a maioria dos atores da região estão persuadidos que a aviação de guerra israelense (israelita-pt) atacou mais de uma centena de vezes a Wilayat Sinai (província do Sinai) do Daesh (E.I.) no decorrer dos três últimos anos.

De acordo com o “site” de esquerda israelense Walla! As operações conjuntas contra o Daesh escondem ações contra as Brigadas Ezzedine Al-Qassam, o braço armado pró-iraniano do Hamas [2].

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.

A invasão turca do Rojava
Tudo o que vos escondem sobre a operação turca «Fonte de Paz» (3/3)
A invasão turca do Rojava
Thierry Meyssan
O Curdistão, imaginado pelo colonialismo francês
Tudo o que vos escondem sobre a operação turca «Fonte de Paz» (2/3)
O Curdistão, imaginado pelo colonialismo francês
Thierry Meyssan