Rede Voltaire

Pela livre circulação de mercadorias no Levante

+

O Irão, o Iraque e a Síria elaboraram um projecto de caminho de ferro (estrada de ferro-br) regional ligando o porto de Khorramshahr, no Norte do Golfo árabe-pérsico, ao Mediterrâneo via Bagdade (Bagdá-br).

A construção fora decidida em 2010 no quadro do mercado comum regional de então. O projecto fora interrompido pela guerra, a dissolução do mercado comum, e a parte síria desta via foi destruída pelo «Exército Sírio Livre».

Este caminho de ferro, que é um direito destes três países soberanos, choca com as sanções norte-americanas que formalmente o interditam.

Esta via férrea deverá permitir trocas industriais, agrícolas e comerciais de todos os tipos, multiplicando por quatro o comércio entre os três países nos cinco anos após a sua entrada em funcionamento. Ela poderá salvar as populações actualmente ameaçadas pela fome que se anuncia.

A 14 de Abril de 2019, os três países confirmaram o relançamento deste projecto.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.