Rede Voltaire

Pequim, Moscovo e Washington acordam em segredo sobre o Afeganistão

+

Negociações entre os Estados Unidos e os seus inimigos Talibã realizaram-se no Catar, com ausência de representantes do Governo afegão. Sob pressão do Pentágono, o Presidente Trump teve que voltar atrás na sua intenção de retirar, sem demora, as tropas dos EUA do Afeganistão. Enquanto sob presidência russa se realizavam consultas entre as facções afegãs na Rússia.

Por fim, os Estados Unidos, a Rússia e a China iniciaram, em Março de 2019, consultas trilaterais para levar a paz ao Afeganistão.

Segundo o último relatório trimestral da Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão (Unama), o número de vítimas imputáveis ao governo afegão é agora maior do que o das vítimas imputáveis aos insurgentes [1].

Após uma primeira reunião em Washington, uma segunda reunião tripartida foi realizada em Moscovo (Moscou-br), a 25 de Abril de 2019. Nela participaram Deng Xijun (China), Zalmay Khalilzad (Estados Unidos) e Zamir Kabulov (Rússia).

Entre as duas reuniões, o Departamento de Estado dos EUA iniciou uma reorganização da sua embaixada em Cabul. Esta abrigava 1.500 funcionários e deverá reduzir em metade o seu pessoal nas próximas semanas. Washington não procurou justificar esta redução junto da imprensa.

O comunicado final da reunião de Moscovo [2] sublinha que os Três Grandes se puseram de acordo para :
- Incentivar os Talibã a lutar contra as organizações terroristas internacionais (principalmente o Daesh(E.I.), a Alcaida e o Movimento Islâmico do Turquestão Oriental) e contra a produção de drogas.
- a participar em negociações não só com os Estados Unidos, para uma retirada progressiva das forças estrangeiras, mas também com o Governo afegão.

Estas reuniões tripartidas são actualmente as únicas que são organizadas neste formato. Nenhuma fotografia oficial foi divulgada.

Tradução
Alva

[1] Afghanistan Protection of Civilians in Armed Conflict Quarterly Report — 1 January to 31 March 2019, Unama, 24 April 2019.

[2] “Consensus on Afghan Peace Process by Russia, China and the United States” («Consenso sobre o Processo de Paz Afegão entre a Rússia, China e os Estados Unidos» -ndT), Voltaire Network, 25 April 2019.

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.