Índice

Preâmbulo

1ª parte
As «Primaveras Árabes», vividas pelos Irmãos Muçulmanos

Os Irmãos Muçulmanos como assassinos
- Os Irmãos Muçulmanos do Egipto
- A Irmandade reformada pelos anglo-saxões e a paz separada com Israel

Os Irmão Muçulmanos como força de apoio do MI6 e da CIA
- A Irmandade ao serviço da estratégia Carter-Brzezinski
- Para a constituição de uma Internacional da Jiade

Os Irmãos Muçulmanos como auxiliares do Pentágono
- Os islamistas nas mãos do Pentágono
- A fusão das duas “Gládio” e a preparação do Daesh (E.I.)

Os Irmãos Muçulmanos como membros do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca
- O início da “Primavera Árabe” na Tunísia
- A “Primavera Árabe” no Egipto
- Nada de revolução no Barém e no Iémene
- A “Primavera Árabe” na Líbia

Primeiros reveses dos Irmãos Muçulmanos
- A “Primavera Árabe” na Síria
- O fim da “Primavera Árabe” no Egipto
- A guerra contra a Síria

O Daesh realiza o sonho dos Irmãos Muçulmanos : o Califado
O Daesh (E.I.) e o Califado
A liquidação do Daesh

2ª Parte
As “Primaveras Árabes” vistas de Paris

A agonia da política estrangeira francesa
Jacques Chirac, o “Árabe”
Nicolas Sarkozy, o “Americano”

A França manipulada
A preparação das invasões da Líbia e da Síria
O início da guerra contra a Líbia

A França na engrenagem
O início da guerra contra a Síria
Pontos comuns das operações na Líbia e na Síria

As duas Franças
A queda da Jamahiriya Árabe Líbia
A transferência de combatentes líbios para a Síria

Síria : a guerra de quarta geração
François Hollande e o retorno do partido da colonização _ Segunda guerra contra a Síria
A “linha vermelha”
Que fazer ?
O povo sírio fala
O Daesh (E.I.) e o Califado
A intervenção da Rússia
Balanço provisório

3ª Parte
As “Primaveras Árabes” organizadas por Washington e Londres

Supremacia norte-americana
A viragem do 11-de-Setembro
Quem governa os Estados Unidos ?
A estratégia de Washington
As guerras contra o Afeganistão e o Iraque
A teopolítica
A extensão da guerra _ Direcção : as “Primaveras Árabes”
A guerra contra o Líbano
A Comissão Baker-Hamilton
A guerra contra os Xiitas não terá lugar no Líbano
A guerra abortada contra o Irão
O terror de Estado
A presidência Obama
Revolução colorida no Irão
A “liderança pelas traseiras”
O papel do MI6
O Estado sírio e Bashar al-Assad
A reaproximação Washington-Teerão
O tandem israelo-saudita
O oportunismo do Catar
A instabilidade da Turquia e da Ucrânia
As migrações organizadas como armas de guerra
O plano do Estado Profundo dos US contra a Síria
O mito da justiça internacional
A aplicação do plano Feltman
Os jiadistas, um potente exército Terrestre
A operação Lenha de Sicómoro (Timber Sycamore)
A intervenção da Rússia
A intervenção da China
O espírito Damasceno

Epílogo

Bibliografia

Tradução
Alva