Em Londres, foi apresentada uma queixa contra o Doha Bank e Moataz Al-Khayyat por ter enviado enormes somas de dinheiro para a Frente al-Nusra (Alcaida na Síria) e assim ter financiado as suas atrocidades [1].

A sede do banco é um edifício que reproduz o «D» do Doha Bank. Ele aparece em todas as fotos da capital catariana.

O Doha Bank é propriedade do Catar através do seu fundo de investimento soberano (Qatar Investment Authority). Vários membros da família real têm assento no seu Conselho de Administração. Moataz Al-Khayyat (foto) é um bilionário catari de origem síria. A sua empresa, a UrbaCon Trading & Contracting Company (UCC), constrói actualmente um palácio para o Emir al-Thani, em Londres, por £ 300 milhões de libras.

Tradução
Alva

[1] «Qatari bank accused of funding Jihadis», Andrew Norfolk, The Times 7 August, 2019.