Rede Voltaire

Transferência de milhões de dólares do Líbano

+

O Procurador financeiro libanês, o Juiz Ali Ibrahim (foto), abriu uma investigação depois que uma fonte suíça revelou a transferência de US $ 2,5 mil milhões (bilhões-br) por 9 personalidades classificadas como «Pessoas expostas politicamente» (Politically exposed person), após o bloqueio de transferências em divisas estrangeiras.

Uma reunião extraordinária realizou-se no Parlamento, sob a presidência de Ibrahim Kanaan, na presença do Ministro das Finanças cessante, Ali Hassan Khalil, e do presidente da Associação de Bancos, Sélim Sfeir. Ao sair dela, o governador do Banco Central, Riad Salamé, garantiu acompanhar o caso com seu homólogo suíço.

Na ausência de fundamento jurídico, os bancos suíços retiveram este dinheiro. Com efeito, o bloqueio de transferências em dólares, ordenado pelo Banco Central do Líbano, é ilegal porque não foi submetido ao Parlamento.

Estes 2,5 mil milhões são distintos dos 6 a 8 mil milhões de dólares transferidos em nome próprio pelo antigo Primeiro-ministro Fouad Siniora precisamente antes do bloqueio. No entanto, o Procurador financeiro acusa Fouad Siniora no quadro do desaparecimento de US $ 11 mil milhões de dólares entre 2006 e 2008.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.