Falando por videoconferência, em 29 de Setembro de 2020, antes da Assembleia Geral das Nações Unidas, o primeiro dos Primeiros-ministros israelenses (israelita-pt), Benjamin Netanyahu, brincou com os nervos dos libaneses [1].

Falando da explosão ocorrida em Beirute em 4 de Agosto, sem especificar se foi um acidente ou um ato de guerra, ele apontou qual poderá ser o local da próxima explosão: em Jnah, um subúrbio de Beirute que, segundo ele, abriga um depósito de armas do Hezbolla a 50 metros de um posto de gasolina.

Imediatamente, o Tsahal (FDI divulgou fotos aéreas do alvo designado e de vários outros alvos no Sul do país. Hassan Nasrallah, Secretário-Geral do Hezbolla, anunciou que uma visita a esse lugar estava sendo organizada de imediato, assim que terminada sua alocução, para que a imprensa constatasse por si mesma as mentiras de Netanyahu.

JPEG - 40.5 kb
Tradução
Alva

[1] « Intervention de Benjamin Netanyahu devant la 75e séance de l’Assemblée générale des Nations unies », par Benjamin Netanyahu, Réseau Voltaire, 29 septembre 2020.