O Governo ruandês publicou um relatório sobre o papel da França no genocídio. Foi elaborado por um escritório de advogados norte-americanos, Levy Firestone Muse, e concluiu, simultaneamente, pela responsabilidade e pela não cumplicidade da França.

Ele sai paralelamente ao relatório do governo francês elaborado por historiadores sob a presidência de Vincent Duclert.

Tradução
Alva

Documentos anexados