O livro Red, White and Black: Rescuing American History from Revisionists and Race Hustlers (Vermelho, Branco, e Negro : salvando a História Americana dos Revisionistas e Manipuladores de Racismo) [1], publicado em 18 de Maio, foi um sucesso nos Estados Unidos.

É uma crítica, por uma vintena de célebres professores universitários negros, à narrativa da história dos Estados Unidos feita pelo New York Times (Projecto 1619) e da sua assunção pelo Partido Democrata.

Segundo estes universitários, é um absurdo denunciar «racismo sistémico» nos Estados Unidos, quando, pelo contrário, toda a história deste país é um processo de integração. São os pseudo anti-racistas, entre os quais o Presidente Biden, que dão provas de racismo ao falsificar a História.


- “Joe Biden reinventa o racismo”, Thierry Meyssan, Tradução Alva, Rede Voltaire, 12 de Maio de 2021.

Tradução
Alva

[1] Robert L. Woodson Sr. (editor), Emancipation Books (2021).