Rede Voltaire
Procurar
Santa María Rivarredonda

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
«A arte da guerra»
União Europeia, espaço Schengen para as forças da NATO
Manlio Dinucci
União Europeia, espaço Schengen para as forças da NATO Roma (Itália) | 3 de Abril de 2018
O plano de mobilidade militar apresentado pela Comissão Europeia demonstra, publicamente, como a União funciona desde a sua criação. Se dispõe de uma certa margem de manobra, ela é, fundamentalmente, o obstrutor civil da Aliança do Atlântico Norte. Até hoje, nenhuma das normas da União Europeia difere das normas estabelecidas, antecipadamente, pela NATO. Consequentemente, quaisquer que sejam os poderes do Parlamento e do Conselho Europeu, os mesmos são apenas os orgãos de registo das decisões da Aliança, o único poder verdadeiro de Bruxelas. A decisão da NATO de normalisar as estruturas da União Europeia, ocorreu apenas, tardiamente, em 2015, o que força a Comissão Europeia, três anos mais tarde, a exteriorizar a sua sujeição à Aliança.