Rede Voltaire

Washington redigiu uma nova Constituição para a Síria

+

Desde Janeiro, um grupo de uma quarentena de exilados sírios reúne-se secretamente na praça da igreja de S.Luís em Berlim no edifício da Stiftung Wissenschaft und Politik [1]. Se esta fundação é financiada pelo patronato alemão, as reuniões são-no pelo departamento de estado e da defesa US. Elas são presididas por Steven Heydemann, um duplo nacional US-Israelita, que trabalhou longo tempo para a CIA [2], antes de se tornar pesquisador no Instituto Americano para a Paz. Este organismo, que providencia o enquadramento oficial das reuniões é – contrariamente ao que poderia deixar supor o seu nome---um guarda-chuva do Pentágono [3]. Não sem surpresa, o ministério suíço dos Negócios Estrangeiros está associado a este projeto.

O programa é intitulado «O dia seguinte. Apoiar uma transição democrática na Síria» [4]. No vocabulário orwelliano de Washington, «transição democrática» significa passagem do presidente eleito e plebiscitado pelo povo sírio Bachar el-Assad a um presidente escolhido pelas potências ocidentais; e a expressão «dia seguinte » designa o período seguinte ao derrube do regime sírio por estas mesmas potências ocidentais.

Enquanto que os Sírios aprovavam por referendo uma nova Constituição [5], o grupo de trabalho redigia uma outra. Ele definia também o que seria a política do futuro governo sírio. O documento final foi apresentado pela secretária de Estado US, Hillary Clinton, ao presidente do Conselho nacional sírio, Abdel Bayset Syda [6], aquando da 3ª conferência dos Amigos da Síria, a 6 de Julho, em Paris . O Sr. Syda aceitou implementar esta «ordem de serviço».

Tradução
Alva

[1] O director da fundação, Volker Perthes, participou em Junho de 2008 na reunião anual do Grupo Bilderberg com Bassma Kodmani, directora da Iniciativa para a Reforma Árabe e actual porta-voz do Conselho nacional sírio.

[2] Segundo um esquema clássico, esta atividade era coberta pela Fundação Ford, pela US Information Agency e pela Freedom House.

[3] O US Institute of Peace foi criado ao mesmo tempo que o National Endowement for Democracy, do qual é o “brinco” . Nos documentos do Congresso o seu orçamento é atribuído ao Pentágono, enquanto o da NED está ligado ao departamento de Estado.

[4] “The day after: Supporting a democratic transition in Syria”

[5] «La Constitution de la République arabe syrienne 2012», ( A constituição da Republica árabe síria ) – Réseau Voltaire, 26 Fevereiro de 2012.

[6] A imprensa Ocidental adoptou o hábito de ortografar o nome do Sr. Syda juntando um «a» , como «Sayda» de modo a evitar a confusão com a doença do mesmo nome.

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
Autores: diplomatas, economistas, geógrafos, historiadores, jornalistas, militares, filósofos, sociólogos ... poderá enviar-nos seus artigos.
Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.