Rede Voltaire
Estados

República Árabe Síria

Pela glória do aramaico Damasco (Síria) | 30 de Julho de 2015
Em resposta ao movimento salafista que apenas dá importância ao Islão e negligencia as civilizações anteriores, um movimento está surgindo no Levante em defesa de um retorno ao aramaico. Este debate não é novo. Há alguns anos atrás, ele havia agitado o Baas (partido laico no poder- ndT) sírio. À época, os defensores do aramaico como língua de onde o hebraico e árabe são originários, foram colocados em minoria por aqueles que os acusavam de querer reintroduzir uma influência judaica no mundo árabe. Actualmente, as relações de força invertem-se e muitos admitem que o aramaico é a língua da Síria histórica, ainda falada em certas aldeias cristãs (entre as quais Maalula), pelos Assírios do Iraque, pelos Mandeus (os discípulos de São João Batista) e também pelos Judeus (...)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Por trás do álibi anti-terrorista, a guerra do gaz no Levante Damasco (Síria) | 6 de Outubro de 2014
Se alguns aderem à retórica anti-terrorista de Washington e dos seus aliados do Golfo, toda a gente compreende que isto é apenas uma justificação retórica para uma guerra que prossegue outros fins. Os Estados Unidos afirmam querer destruir o Emirado Islâmico, que eles criaram e que realiza para eles a limpeza étnica necessária no plano de remodelagem do «Médio-Oriente alargado». Mais estranho ainda, eles afirmam querer combatê-lo na Síria com a oposição moderada, que é na realidade composta pelos mesmos jihadistas. Por fim, eles destruíram em Rakka os edifícios que já tinham sido evacuados, dois dias antes, pelo Emirado Islâmico. Para Thierry Meyssan, por trás destas aparentes contradições prossegue-se a guerra do gaz.