Rede Voltaire
Assuntos

Complexos militares-industriais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
«A arte da guerra»
União Europeia, espaço Schengen para as forças da NATO
Manlio Dinucci
União Europeia, espaço Schengen para as forças da NATO Roma (Itália) | 3 de Abril de 2018
O plano de mobilidade militar apresentado pela Comissão Europeia demonstra, publicamente, como a União funciona desde a sua criação. Se dispõe de uma certa margem de manobra, ela é, fundamentalmente, o obstrutor civil da Aliança do Atlântico Norte. Até hoje, nenhuma das normas da União Europeia difere das normas estabelecidas, antecipadamente, pela NATO. Consequentemente, quaisquer que sejam os poderes do Parlamento e do Conselho Europeu, os mesmos são apenas os orgãos de registo das decisões da Aliança, o único poder verdadeiro de Bruxelas. A decisão da NATO de normalisar as estruturas da União Europeia, ocorreu apenas, tardiamente, em 2015, o que força a Comissão Europeia, três anos mais tarde, a exteriorizar a sua sujeição à Aliança.