Rede Voltaire

Maioria de refugiados na Alemanha são islâmicos (testemunho)

+

Uma televisão austríaca transmitiu uma reportagem mostrando um refugiado cristão-sírio que decidiu retornar ao seu país.

De acordo com o seu testemunho, teria deixado a Síria para escapar aos islamistas. Ele teria partido para a Europa esperando encontrar aí a liberdade. No entanto, teria sido interrogado, sem cerimônia, pela polícia alemã e colocado em um campo de refugiados com apoiantes da Alcaida e do Daesh(E.I.), onde ele teria percebido ser o único cristão.

O jovem se interroga a propósito sobre o futuro de uma Europa que abriga islamitas.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.