JPEG - 15 kb

O lago Sanango, localizado a 10 quilômetros da cidade de Yurimaguas, é o maior e mas produtivo da província de Alto Amazonas, já que aí se encontram os mais variados peixes que são vendidos no mercado de Yurimaguas e em toda a província. Desde a semana passada apareceu devastado e com suas águas totalmente contaminadas, registrando-se até o momento cinco toneladas de peixes mortos.

"O que ocorreu aqui é uma catástrofe ecológica de grande impacto para os recursos hídricos, já que este lago comporta uma das maiores riquezas da pesca em toda a província de Alto Amazonas. Irresponsavelmente alguns pescadores ilegais, de forma criminosa, utilizaram um tóxico que tem um poder letal que matou todos os peixes. Derramaram águas no lago um pesticida que tem um efeito sobre todas as espécies de flora e fauna. Estamos observando que nas ribeiras já está causando impacto nos vegetais", explica Fernando Fernández Rengifo, diretor de Saúde Ambiental da Rede Alto Amazonas.

Tudo indica que os pescadores ilegais utilizaram substâncias mais potentes que o barbasco (substância extraída de uma árvore nativa do mesmo nome que serve para matar peixes). Presume-se que a substância que matou os peixes e a toda a vegetação dos arredores seja um praguicida comumente usado para trabalhos agrícolas. "Tiraram as amostras, fizeram os parâmetros de referências para determinar as traças de praguicidas que utilizaram, em alguns dias teremos os resultados desde Lima", disse Fernández Rengifo.

No mérito das avaliações preliminares feitas por setores relacionados com o tema, a Direção Sub Regional da Produção formulou denúncia penal contra um grupo de pessoas, que seriam os presuntos autores do delito. Por sua parte, o Ministério Público iniciou a investigação de ofício. Do outro lado, é preciso assinalar que os moradores iniciaram a limpeza do lago e enterraram aos peixes contaminados.

(Extraído do diário Pro & Contra/13.06.2005 e Agencia Walsh, 15.06.2005)

Adital