Ana Maria Mari Machado, presidenta da Comissão eleitoral nacional, disse que o processo terá a participação ativa, entusiasta e massiva do povo, que irá contribuir para uma maior presença das mulheres e dos jovens nas assembléias municipais.

Durante uma reunião com repórteres em Havana, Mari Machado, acrescentou que, do ponto de vista político, as eleições serão uma expressão da força da Revolução e, ao mesmo tempo, do ponto de vista jurídico, “mais uma vez vai mostrar ao mundo a força da nossa democracia genuína, autóctone e socialista”.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agencia Cubana De Noticias