Rede Voltaire

Síria : ataques terroristas contínuos contra a população e infra-estruturas públicas

+

Se ainda fossem necessárias provas de que a Síria não está a ser abalada por revoltas generalizadas, mas por actos destinados a aterrorizar a população e suscitar ressentimento para com um governo decididamente demasiado popular, as recentes sabotagens em prédios de instituições públicas não deixam qualquer dúvida.

Na província de Idleb, um engenho explosivo artesanal instalado á beira da estrada causou a morte a 6 empregados de uma fábrica de têxteis, ferindo 16 outras pessoas que se dirigiam para o trabalho de autocarro.

O transporte ferroviário de combustível destinado á produção de electricidade foi igualmente visado por outro engenho explosivo, ferindo 3 empregados que se encontravam a bordo do comboio.

Em Deir Ezzor, foram postes de tensão que foram sabotados, provocando importantes perturbações ás redes de distribuição.

O « Observatório sírio dos direitos humanos» (Escritório londrino da Irmandade muçulmana) ainda não atribuiu estes actos á repressão governamental, preferindo denunciar hipotéticos massacres cometidos pelo exército sem apresentar qualquer prova para apoiar essa declaração.

Tradução
David Lopes

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.