"Ao imortal Che, dos filhos de Bolívar, que somos também os filhos de Fidel. Pátria ou Socialismo, Venceremos", disse o mandatário venezuelano ao ler a dedicatória impressa na fita.

Antes de começar seu habitual espaço rádio-televisivo Alô Presidente, dedicado ao Che, Chávez percorreu o complexo memorial onde descansam seus restos e os de seus colegas caídos junto a ele na Bolívia.

Em companhia do Comandante-da-Revolução Ramiro Valdés e do vice-presidente Carlos Lage guardou um minuto de silêncio, perante o nicho de Ernesto Guevara, e depois conheceu pormenores da vida de quem considerou um líder revolucionário e exemplo por suas contribuições como guerrilheiro, intelectual, economista, médico social e por suas idéias sobre a construção do socialismo.

Também conversou com Aleida March, viúva do inesquecível chefe militar, e fez alusão a seu encontro de mais de quatro horas com o Comandante-em-Chefe Fidel Castro neste sábado, em Havana, sobre o qual foi oferecido um vídeo-resumo de 17 minutos.

Nos minutos iniciais de Alô Presidente, Chávez referiu-se a momentos da luta revolucionária em seu país nos anos 60, vinculados com a vida do Che.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agência Cubana de Notícias