Dos 110 filmes de 17 países na Seção Oficial, 105 concorrerão pelos prêmios Coral nas categorias de longa-metragem de ficção (21), obra-prima (21), curta-metragem de ficção (15), documentário (24) e desenho animado (24) e as outras cinco serão exibidas na seção Fora de Concurso (três de ficção e dois documentários).

O Brasil encabeça a lista de países mais representados com 23 títulos; seguem a Argentina e o México, com 21 filmes cada um; Chile e Cuba (nove cada um); Peru (sete); Colômbia, Uruguai e Venezuela (quatro filmes cada país) e Nicarágua, Porto Rico, Paraguai, Bolívia, África do Sul, Canadá, Reino Unido e Espanha (um filme cada um).

Doze filmes (onze de ficção e um documentário) da Argentina (dois), Chile (quatro), Cuba (um), Equador (um), Guatemala (dois) e Peru (dois), optarão pelo Prêmio de Pós-produção “América Latina Primeira Cópia”, entregue pela organização Alba Cultural e é destinado a apoiar o terminação final de obras que precisam de financiamento.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agencia Cubana De Noticias