Rede Voltaire

Estados Unidos gastaram 10 milhões de dólares para provocar deserções de polícias sírios

+

O Gabinete de Conflitos e Operações de Estabilização, do Departamento de Estado, usou 10 milhões de dólares para pagar a polícias sírios que se comprometessem a desertar e a realizar tarefas de segurança nas «zonas libertadas», revelou o director do Gabinete, Rick Barton, a 19 de Julho de 2013 no Aspen Security Forum.

O senhor Barton não mencionou a quantidade de polícias sírios comprados com essa soma mas assegurou que cada um deles recebia um salário mensal de pelo menos 150 dólares.

Desde o início do conflito, em 2011, o Congresso dos Estados Unidos aprovou 50 milhões de dólares de ajuda aos «rebeldes». Até ver, só uma parte desse fundo foi gasta.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
Autores: diplomatas, economistas, geógrafos, historiadores, jornalistas, militares, filósofos, sociólogos ... poderá enviar-nos seus artigos.
Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.