JPEG - 92.3 kb

No cemitério Colón de Havana, onde teve lugar o enterro, o chefe de estado cubano falou pelo telefone com a esposa do Gerardo, Adriana Pérez, que está atualmente na Espanha, onde participa da campanha internacional para a libertação destes cinco heróis da República de Cuba.

Raúl passou a Adriana as condolências do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro e o abraço do povo de Cuba e sublinhou: “Sabemos que você é muito firme e que vai continuar assim”.

Durante uma conversa com a imprensa, Raúl expressou sua empatia com Gerardo, para quem este momento é particularmente difícil e ressaltou a firmeza e coragem desse herói e também os valores dos seus companheiros.

Carmen Nordelo morreu na tarde de segunda, com 76 anos de idade. Até que seu estado da saúde o permitiu, ela participou ativamente da campanha para divulgar ao mundo a verdade sobre o caso de a cinco.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agencia Cubana de Notícias