As palavras da presidenta do Instituto Cubano do Livro, Zuleica Romay, lidas no ato, pelo vice-ministro da Cultura, Rafael Bernal, a causa de uma laringite da funcionária, ilustrou aos participantes o enorme esforço para satisfazer a demanda dos leitores, que durante dez dias irão participar do evento em Havana e em mais duas semanas, em 15 cidades do país.

Em representação da Rússia, país Convidado de Honra da Feira, falou o ministro das Relações Exteriores, Serguéi Lavrov, que agradeceu o convite.

Entre os assistentes ao ato, encontravam-se, junto a dirigentes do Partido e do governo, o vice-presidente de El Salvador, Salvador Sánchez; o ministro da Cultura do Paraguai, Ticio Escobar, e a ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura, a escritora sul-africana Nadine Gordimer.

A Orquestra Sinfônica Juvenil do conservatório “Amadeo Roldán” tocou partituras de Dimitri Shostakovich e Piotr Tchaicovski. Da copiosa delegação cultural russa se apresentou o saxofonista Igor Butman e seu quinteto de jazz.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agencia Cubana De Noticias