O protesto foi convocado e organizado pelo Comitê Nacional pela Libertação dos Cinco e a coligação A.N.S.W.E.R. junto com outros grupos e visa expor os reais crimes cometidos por Posada, informou Prensa Latina.

Em um comunicado de imprensa emitido pelo Comissão de Free the Five, seus membros destacam os evidentes crimes de Posada, que apenas será julgado por delitos menores e como em contraste os Cinco antiterroristas cubanos permanecem presos nos E.U. com injustas condenas.

Fonte
Agence Cubaine de Nouvelles

Agencia Cubana De Noticias